segunda-feira, 5 de abril de 2010

It's the law!

Foi só tirar a carteira de motorista que já comecei a colecionar pontos no demerit point system... como o causo é ao mesmo tempo cômico (pra todo mundo que ouve a história) e trágico (pra mim, que ganhei uma bela multa), compartilho aqui a experiência pra todo mundo ficar esperto!

Na segunda-feira passada aluguei um carro para ir até uma cidade distante 80km de Toronto, onde eu tive uma boa entrevista de emprego. Tendo pago uma diária, resolvi ficar com o carro à noite, depois de voltar da curta viagem, e deixar pra devolvê-lo somente na manhã seguinte.

À noite fui jogar bola, e ao voltar pra casa encontrei a rua aqui em frente totalmente lotada de carros estacionados. Ou quase. Enquanto eu procurava uma vaguinha para o bólido, encontrei aquela vaga senatorial, perfeita, esperando por mim. Estacionei rapidinho e fui conferir a placa que informa os horários em que tem de pagar (no parquímetro) para deixar o carro ali, pois eu já havia tomado uma multa ali na mesma rua por não pagar pelo estacionamento. Já eram mais de 11 horas da noite, e dali pra frente só teria de pagar a partir das 9 da manhã, quando já teria devolvido o carro.

Pois bem, fui dormir. Quando acordamos, desci com a Fabiana para levá-la pra aula antes de devolver o carro. Ao chegar na rua, cadê o carro? Aliás, cadê todos os carros que estavam ali na noite anterior??

Pois é, o carro fora guinchado. Tentando entender o que havia acontecido, percebi que além da placa que eu tinha lido cuidadosamente havia outra placa mais à frente, mencionando os horários em que é absolutamente proibido estacionar na rua - entre eles, das 7 às 9 da manhã.

Entendi, então, por que o carro fora guinchado, morrendo de raiva. Conformado que iria tomar uma baita mordida, fui até a locadora pra compartilhar o meu problema. Chegando lá, o atendente me disse que eu teria de localizar o carro por minha conta, porque eles não faziam a menor idéia de onde o carro poderia estar.

Aqui quem guincha o carro não é a polícia, mas empresas privadas designadas para cada área da cidade. Explicada a eficiência. A sugestão do atendente era eu voltar pro local onde o carro estava, e perguntar para os transeuntes se alguém vira quem fez esse crueldade. Pode?

Voltei pra casa e liguei para o 311, um excelente serviço de informações de cidade de Toronto, em que se pode obter informações para quase tudo. Eles me deram um telefone da polícia, que localizou o carro e me deu o telefone do guincho. Liguei pra lá, e eles confirmaram que o carro estava lá, à disposição, bastando eu me apresentar com minha driver's license e, naturalmente, pagar a conta.

A conta do towing foi de $183, entre o guincho e a cada segundo que o carro ficou no pátio deles. "Até que não foi tanto", pensei. Eis que a atendente me diz: "These are for you", mostrando duas folinhas amarelas, as multas que a polícia emite. Isso mesmo, duas multas. A primeira, claro, por estar estacionado na hora errada, $60. A segunda multa me proporcionou um daqueles raros flashbacks, em que voltei pro alegre momento em que encontrei aquela vaga fantástica, e então entendi por que ela estava lá: multa de $100 por estacionar próximo ao hidrante.

Resultado da brincadeira: $343 e uma manhã perdida. É impressionante como passei a observar os hidrantes na rua.

Quando conseguir para de rir, aprenda com a minha experiência. Fique atento aos horários para estacionamento das ruas, e especial atenção com os hidrantes!!

8 comentários:

Liloboot disse...

Putz! e como fica em relacao as motos por ai? tem lugar para elas ou eh nas mesmas vagas de carros?
Abracao vo ficar atento quando for ai final do ano!

Pati disse...

Ohhh Márcio, não pensei em rir não... Fiquei foi com dó rsrsrs Acho que eu cairia na mesma. Vou ficar atenta!

Abraços e boa semana para vocês!

CarlosVasconcelos disse...

Fala Marcio,
Ficamos muito felizes em ver vcs novamente postando no blog. Estamos acompanhando de perto. Lendo esse seu post, é facil entender pq neste Brasil as coisas andam do jeito que andam ! Falta justamente isso....fiscalização, leis. Tem que ficar mais esperto daqui pra frente...hehehee.
Abração camarada...! Estamos daqui torcendo para seu 1st Job in Canada!

Márcio disse...

Motos têm o mesmo tratamento dos carros (esqueça a velha prática de costurar o trânsito!). Tem de parar pra pedestre, ficar esperando na fila nos congestionamentos...

Em função do clima, agora é que as motos começaram a circular pela cidade. Eu nunca vi um estacionamento específico para motos, por isso acredito que devam estacionar exatamente como os carros.

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Confesso que dei só uma risadinha de leve. Afinal é bem mais trágico que engraçado. Hehehe.

E a vida segue...

Liloboot disse...

A sim!, so motociclista a 16 anos, nao motoqueiro rss estou acostumado a ser mais comportado em cidade afinal rua nao eh pista, Mas mesmo assim irei ficar antento quando estiver por ai Abraco!

Daniel Melim disse...

Rir? Quem pensou nisso?

RSRRSRSRSRSRSRSR!

Luciana e Marcelo disse...

Que situação!
Aprender com os erros faz parte da vida.
Obrigada por nos alertar e quem sabe evitar que isso aconteça conosco tb!
Abraços, Luciana