quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Sobre Toronto

Vamos começar a falar sobre a nossa viagem comentando sobre Toronto, onde ficamos por uma semana, e que sempre foi, na nossa idéia, o destino escolhido para começarmos nossa vida no Canadá.

Essa idéia tem origem num raciocínio bem básico: é mais fácil encontrar boas oportunidades onde as coisas acontecem. Penso que é natural procurarmos uma cidade grande, cosmopolita, com boa infra-estrutura e muitos serviços de apoio ao imigrante.

O tempo que passamos pela cidade ajudou a reforçar essa imagem. Toronto é linda, movimentada, pujante. É uma metrópole com todos os seus atrativos - e defeitos.

Como pontos positivos em Toronto, sem dúvida está a sua infra-estrutura, transporte público, opções de entretenimento, beleza das centenas de parques e praças, e toda a sua importância econômica (leia-se oportunidades).

Se estamos pesquisando, vamos também falar um pouco daquilo que podemos chamar de defeitos da cidade:

1) trânsito - dirigir em Toronto é tão irritante quanto em qualquer grande cidade brasileira. Com algumas importantes diferenças: poucos acidentes, boas condições das vias públicas (exceto as que estão em obras), cortesia (geralmente) com os demais motoristas e, principalmente, respeito absoluto ao pedestre. Agora, qualquer deslocamento de carro que não seja pelas highways (que, a propósito, estão geralmente congestionadas nos horários de pico) é muito moroso. Em todo semáforo, a fila da esquerda pára porque um carro quer virar à esquerda e tem de esperar os que vem em sentido contrário passarem; já a fila da direita pára porque alguém quer virar à direita e espera antes os pedestres atravessarem.

Em contrapartida, o transporte público é muito bom (pelo menos no centro expandido), e o único defeito é a sujeira que as pessoas deixam dentro dos ônibus e metrô - de certa forma é frustrante, para quem alimenta a idéia de que o povo é um exemplo de educação.

2) violência - nada que se compare ao que assistimos inertes diariamente nas grandes cidades brasileiras, mas Toronto é uma cidade violenta para os padrões canadenses. Nos primeiros dias em que estávamos em Toronto, a televisão noticiava exaustivamente um tiroteio numa escola em Scarborough. É uma evidente preocupação das autoridades a questão das brigas entre gangues. Enfim, não se anda pelas ruas com medo de sequestros-relâmpago, mas também não é aquele absoluto mar de rosas.

Outra coisa que nos chamou atenção em Toronto foi ver, por algumas vezes, pessoas pedindo dinheiro na rua (também não se compara com a nossa realidade, mas tem sim pedinte)

3) diferenças étnicas - numa cidade que reúne imigrantes de tantas nacionalidades, o multiculturalismo é inclusive uma atração. De fato é muito interessante perceber como gente de com tantas diferenças (crenças, hábitos etc.) convivam pacificamente. Para quem está lá a turismo, é fantástico. Mas para se viver, é preciso estar preparado para conviver com toda a diversidade que se vai encontrar exaustiva e permanentemente - não sei se isso é um "defeito" da cidade, mas é importante estar disposto a conviver nesse ambiente multicultural. Chineses, indianos, portugueses, paquistaneses, coreanos, jamaicanos, cada povo tem os seus hábitos e valores quanto a higiene, relações interpessoais, alimentação, exposição pessoal, etc. Não dá pra ignorar essas diferenças, eles estão por todo lado. Isso incomoda? Depende de como cada um reage, e eu não estou falando de racismo.

Aliás, devo aqui abrir um parentêses para falar de racismo - sabe aquele clima de negros x brancos dos filmes americanos, especialmente aqueles com rappers? Passar por um bairro de negros me lembrou muito esse clima, algo que não temos no Brasil. Eu e a Fabiana somos brancos, e ao passar pela rua a grande maioria dos negros naquela região (é bom que se frise) nos olhavam com firmeza, filmando de cima a baixo, encarando mesmo. Ninguém mexe com você, mas é evidente a mensagem de que você não está agradando.

Voltando a como cada um reage diante das diferenças, isso é realmente muito pessoal. Por exemplo, há quem prefira não trabalhar para cuidar dos filhos, ao invés de deixá-los num day care sob os cuidados de um árabe (por exemplo), com receio de que as crianças acabem sendo "aculturadas".

É bem verdade também que essa questão do contato com outras culturas não é exclusividade de Toronto - em praticamente todo o país isso é marcante. Mas é inegável que em Toronto essa miscigenação é maior, mais evidente.

Apesar desse post ter dito muito sobre os "defeitos" da cidade, é preciso dizer, para concluir, que nós gostamos muito de Toronto. Ao final da nossa viagem, quando dirigíamos voltando de Quebec City, tínhamos aquela sensação gostosa de estar indo "pra casa".

É estranho, mas realmente nos sentíamos assim. Certamente contribuiu para essa sensação a boa experiência que foi a nossa estada em Toronto, na casa do Gean. Nós adoramos.

5 comentários:

Lá e Dá disse...

É ótimo qdo. alguém relata tb. as mazelas de um lugar. Prefiro não me iludir, para depois não me decepcionar tanto.
Adicionei seu blog, tá??
abraços

Marcelo disse...

Concordo com Lá e Dá. É bom ver alguém comentando os lados negativos de um outro País, além dos positivos claro !
Essa visão pessoal é muito importante para todos e se alguém pudesse realizar esta visitação em várias cidades canadenses (2 ou +), seria melhor, para efeito de comparação "local".
Ainda assim agradecemos muito seus valiosos comentários !

Um abraço
Marcelo

Dani disse...

Com certeza , Toronto tem seus problemas. É uma metropole mas comparando com a escala de SP, ela é acolhedora.
No meu blog, coloquei o que acho de Toronto, Montreal e Quebec...gostei de todas só achei um pouquinho frio mas mesmo com todos os problemas de lá nada me convence a continuar aqui !!!!

Daniela
São Paulo to Vancouver
http://vidanovaemvancouver.blogspot.com/

Ninha, Doane e Christal disse...

Oi Gente =D

Nossa que legal esse post.
Concordo que levantar também aspectos não tão positivos também nos ajuda a preparar para chegada e a perceber que , bem menos que o BRA, o Canadá também tem la seus problemas sociais e etc.

Bom, pelo menos nos deu uma boa recordação do tempo em que moramos la..Dodo com a mãe a trabalho e eu por intercâmbio...Toronto é encantadora realmente e gt se sente muito bem na cidade.

aiai ... tomara que o tempo voe um pouquinho e pe=osamos em breve estar por la, né?

Abraços

Ninha e Dodo

K disse...

Olá!

Quanto à violência em Toronto, apesar de a minha cidade do coração ser Vancouver, preciso dizer que ela está sempre entre as primeiras cidades mais seguras do Canadá, inclusive antes de Vancouver.

E essa sensação de não ser bem-vindo acho que tem a ver com os "guetos" que se formam e aí as pessoas estranham mesmo, independente de ter algum "preconceito" envolvido.

Sds,

K.