quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Toronto - primeiras impressões

Chegamos em Toronto na segunda-feira, e só agora estamos postando - o que nos dá muuuuito assunto sobre o que falar. Vamos fazer isso em posts curtos, na medida em que encontremos tempo (e disposição) para escrever...


Pra começar, vamos falar da chegada ao país. Nosso avião aterrizou em Pearson às 7:20 da manhã, depois de um vôo nada confortável (apesar do bom serviço e entretenimento a bordo) praticamente sem dormir.



Depois de muitas perguntas dos oficiais de imigração (até de forma deselegante), tomamos um taxi ($50) e chegamos à casa do Gean (http://www.vouprocanada.com/) às 8:30am. Gean e sua esposa são muito amáveis e atenciosos, realmente recomendo a quem vier conhecer a cidade.

Como não havíamos conseguido dormir no vôo, logo após conhecermos os anfitriões fomos pra cama, e saímos no início da tarde para comer. Nessa região é muito grande o número de portugueses, e há poucas quadras da casa do Gean paramos em uma padaria portuguesa, onde acabamos conhecendo Paulo e Cristiane, um casal de gaúchos que vive em Mississauga há alguns anos. Foi muito legal!

Desde que comecei a pesquisar sobre a vida no Canada, Mississauga me pareceu uma opção interessante. O Paulo falou muito bem de Mississauga, observando Toronto é uma metrópole com todos os problemas de uma metrópole, ainda que numa dimensão muitíssimo menor que São Paulo. Vamos falar mais sobre as nossas primeiras impressões sobre Toronto (no sábado vamos conhecer Mississauga, daí poderemos falar com mais propriedade sobre a cidade).

Por enquanto só andamos em poucos bairros e em Downtown, por isso nossa visão pode ser ainda limitada. Mas vamos lá:

- transporte público: muito bom. Estamos usando muito ônibus e metrô, e não há do que reclamar. Por $32.25 compramos o weekly pass, com o qual usamos livremente a rede da TTC. As pessoas podem entrar no metro com bike, o que eu ainda não tinha visto.

- limpeza e organização: a cidade é bem organizada, mas no aspecto limpeza confesso que os bairros não são o primor que imaginávamos. Já downtown é muito limpa e encantadora. Em toda a cidade, o que é muito marcante também são as muitas lixeiras para recicláveis, e o clima de responsabilidade ambiental estampado em anúncios por toda a cidade.

- coisas que estão em toda parte por onde passamos: orientais, TimHortons, Mazda (impressionante a quantidade de Mazdas circulando aqui).

- multiculturalidade: de fato é marca da cidade. É muito explícita a forte presença de diversas etnias - chineses, indianos, paquistaneses, portugueses, jamaicanos, italianos, russos, etc. Falam-se muitas línguas em Toronto, e mais variados ainda são os sotaques no inglês.

- preços: eletroeletrônicos são bem mais baratos que no Brasil (algo com metade do preço). Refeições e roupas não são tão baratos. Para ilustrar: ontem comprei um jeans básico Levi's por $50; hoje jantamos um combinado de sushi & sashimi num restaurante legal em downtown por $70; ontem jantamos num italiano fora do centro (eu comi um bife parmeggiana com penne pomodoro, e a Fabiana somente uma Cesar salad) com $30.

Algo curioso: na segunda-feira fomos resolvemos fazer um jantar em casa com o Gean e sua esposa, e fomos a um mercado (NoFrills) aqui perto para comprar os ingredientes. Me chamou atenção um amontoado de caixas de papelão (dessas em que eles recebem os produtos) no corredor de saída, bem à vista de todos os clientes. Fiquei até um pouco incomodado com aquilo.

Ao passar pelo caixa, entendi o por quê daquilo: ao encostar nas sacolas plásticas que eu pretendia usar para embalar minhas compras, fui advertido pela caixa de que eu teria de pagar pelas sacolas. Já todas aquelas caixas de papelão amontoadas estavam a disposição. Ou seja, reduz-se o consumo de sacolas plásticas pelo aproveitamento das caixas de papelão, que a propósito são bem mais adequadas para acomodar as compras no porta-malas do carro. Inteligente, não?

6 comentários:

* Thoru * disse...

Primeiro mundo, ne? Nem tem como comparar!

Continuem postando.

Abcs,

Dani

Teresa C D R disse...

Oi Fabiana!
Meu nome é Teresa e estou pesquisando várias coisas sobre Canadá, mais especificamente Toronto. Eu e meu marido planejamos há algum tempo a nossa imigração e agora acho que vai dar certo!
Queria saber mais sobre o processo de vocês, se vocês estão em viagem de prospecção ou se já é mesmo a definitiva. Como está sendo os primeiros dias ai... etc.
Se puder me mandar um e-mail, o meu é tcruzato@yahoo.com.br
Obrigada e boa sorte pra vocês aí.
Teresa e Daniel

Carlos, Fernanda e Anna Luiza disse...

E aí Marcio...? Como estão ?
Estamos aqui atentos as informações de sua viagem. Por incrível que pareça a Fernanda viu primeiro sua postagem do que eu.
Mas...continue mandando informações sempre que possível.
Estamos marcando uma reunião da galera de SC qdo vcs voltarem.
Um grande abraço.
Carlos, Fernanda e Anna Luiza

Kristinne disse...

Estou para ir pro Canadá daqui a um ano e essas informações estão contribuindo muito. Eu gostaria de deixar meu email kfolly@gmail.com para que possa entrar em contato com todos que estão para ir morar no canadá ou estão morando já. Eu não sei se nos restaurantes árabes de Toronto existem bailarinas, eu sou bailarina ee professora de belly dance, alguem ja viu alguma nos restaurantes?
abraços
Kristinne

MKT disse...

Show de bola suas fotos! Em nossa viagem de prospecção, em Março, ainda estava nevando (queríamos sentir como era o frio de lá...), fomos aos mesmos lugares mas as fotos são completamente diferentes...
Abraço!
Renato
www.torontoconnection.blogspot.com

Mônika Bojunga disse...

Adorei as postagens de vcs!!! Estoyu pretendendo ir para Toronto/Canadá ainda nste ano e estou com passagens reservadas para o dia 05de dezembro. Vcs falam no casal Gean e esposa, há como hospedar-se com eles? Como funciona? Vc se importaria de me passar maiores informações para meu e-mail: mbojunga@yahoo.com.br
Obrigada. Mônica