terça-feira, 26 de agosto de 2008

Mais sobre histórico de crédito

Essa questão é realmente importante e interessante. Pesquisando sobre o tema a gente se depara com todo tipo de informação e testemunho, e é difícil saber o que é verdade e o que é mera especulação.

No post anterior apareceram vários comments legais, com dicas e questionamentos que vale a pena explorar mais... vamos lá:

A Elaine, que descobri ser minha conterrânea e que já mora em Toronto, fez questionamentos quanto às vantagens de se abrir uma conta (e deixar dinheiro parado lá) no Canadá para a formação do histórico de crédito; e perguntou também por que se fala tanto no HSBC, já que o banco não tem muitas agências em Toronto.

A idéia de abrir uma conta lá tem por objetivo, na verdade, facilitar a obtenção de um cartão de crédito internacional que já possamos ir usando (e pagando por débito automático na conta corrente canadense) para construir o histórico. De fato, ter uma conta é um requisito que eu imagino existir, mas caso haja uma alternativa para conseguir um cartão de crédito canadense sem ter conta bancária, ótimo! (existe essa opção?)

Quanto ao HSBC, a razão de muitos candidatos a imigração (como a Mariana) buscarem abrir conta nesse banco é que, segundo as informações que circulam nas rodas de discussão sobre imigração, o HSBC "transfere" seu histórico bancário Premier (só quem tem conta Premier) para qualquer conta Premier aberta em qualquer agência HSBC do mundo.

Ainda pelo que li nos posts da Mariana e da Camila, tendo conta no Premier aqui você consegue abrir desde já um conta Premier lá, com direito a cartão de crédito. Por isso, parece uma boa alternativa...

Particularmente, não lembro de ter visto um testemunho de alguém que já completou o processo de imigração (já settled) que tenha se utilizado do HSBC para criar histórico de crédito. Espero contar com a experiência que estão vivendo a Mariana e a Camila (cliquem para ler os posts delas sobre isso) quando elas sentirem-se aptas a emitir juízo de valor.

Já para a pergunta do Ross, sobre como se comprova fundos no landing, eu não tenho a mais pálida idéia. Quem puder ajudar, por favor escreva...

Pra encerrar esse post: a Elaine indicou o link da Financial Consumer Agency of Canada, onde há bastante informação sobre crédito e serviços financeiros para pessoas e empresas. Vale a pena a visita.

3 comentários:

Elaine Bittencourt disse...

Eu agradeco as respostas as minhas duvidas. Acho que ja' havia perguntado em algum outro blog mas nunca responderam.

Quando eu entrei com meu pedido de imigrante (muito tempo atras), eu nao tive preocupacao com nada desses detalhes. Eu acredito que conhecimento da' poder as pessoas, e sempre aconselho as pessoas irem primeiramente direto a fonte e se informarem o maximo que puderem sobre tudo.

Eu falo isso, e as vezes estresso muito a importancia desse aspecto, pq eu moro aqui ha' muito tempo e tenho visto pessoas e mais pessoas serem enganadas por "espertinhos", que tiram o dinheiro que foi ganho com muito esforco de pessoas que sao culpadas tao somente de nao terem se informado elas mesmas sobre o assunto.

Tenho mais perguntas. Meu marido me falou que o HSBC foi quem comprou o banco Bamerindus no Brasil, certo? Se realmente eles transferem o historico de credito de contas "premier", entao eu acho a ideia otima. Essa conta "premier" eh exatamente que tipo de conta? Ela existe somente no Brasil?

Agora que entendi a razao por tras de tudo, vou na agencia mais proxima e me informar pessoalmente a respeito, que tal?

Mais uma vez obrigada. E espero que por ai' na "terrinha" nao esteja fazendo muito frio. :)

.Mariana.Daniel. disse...

Oi Márcio,

Acho que a maior vantagem de fazer isso tudo através do HSBC é poder abrir uma conta Premier aqui e migrar com este status para lá. Temos um limite de 10,000.00 no nosso cartão canadense, além de outras regalias.

Quanto à sua dúvida sobre obter um cartão de crédito não estando associado a um banco, já vi por aí pessoas que conseguiram um American Express canadense. Não sei como funciona, mas ligando para lá, eles devem dar alguma informação.

Eu só queria lembrar uma coisa: não precisamos fazer nada disso! Acho que, na verdade, é coisa de imigrante ansioso! hahaha Tem muita gente (a grande maioria) que foi sem histórico algum e sobreviveram muito bem, diga-se de passagem. Em apenas 6 meses o seu histórico começa a ser considerado e em 1 ano ele vale para quase tudo - desde que vc tenha se comportado direitinho (comprado e pagado em dia). Esse tempo passa super rápido e normalmente os imigrantes chegam com uma boa reserva de dinheiro para pagar as primeiras coisas à vista mesmo.

Enfim... como nossa filosofia é ir com o máximo de coisas organizadas e estruturadas, estamos abrindo nossa conta lá. Mas reconheço que necessário não é e a ansiedade tem uma boa parcela de culpa nisso! ;)

Bjs,
Mariana

Anne, Samir e Gabriel disse...

Oi Márcio!

Essa questão de história é uma das nossas dúvidas.. Abrir uma conta ou não abrir, eis a questão.. Como ainda falta um bom tempo, vamos analisando com calma..

Beijos,

Anne